ASSOCIAÇÃO DOS INDUSTRIAIS DE ALUGUER DE AUTOMÓVEIS SEM CONDUTOR
III CONVENÇÃO NACIONAL 2019  |  5 ABRIL  | CULTURGEST
COFINANCIADO POR:
GOLD SPONSORS:
SILVER SPONSORS:
BRONZE SPONSORS:
APOIOS:
Resumo

III Convenção NACIONAL 2019


 "O Futuro da Mobilidade e do Turismo 

05 de Abril de 2019 

Realizou-se na passada sexta-feira dia 05 de Abril, a III Convenção Nacional da ARAC sob o lema “O Futuro da Mobilidade e do Turismo”. 

O evento teve lugar no Auditório principal da CULTURGEST, em Lisboa contando com a presença de 350 participantes. 
O rent-a-car é um setor da Economia de enorme importância para o Turismo, sendo responsável pela maior parte da mobilidade terrestre de quem nos vista e de grande importância na descentralização do turismo nacional. 
Sendo um setor que prima pela modernidade e adesão às novas tecnologias, o rent-a-car já se encontra a operar a sua mudança para a Era Digital, pois as empresas que querem acompanhar o progresso e desenvolver-se deverão adaptar os seus procedimentos e negócio com recurso a estas novas ferramentas. 

Paulo Moura – Presidente do Conselho Diretor da ARAC na sessão de abertura lembrou a importância das novas tecnologias no crescimento do setor representado pela ARAC e da sua importância para o Turismo, bem como o advento dos novos sistemas de mobilidade, congratulando-se com a presença de governantes, entidades públicas e privadas e empresas associadas da ARAC. 

Seguidamente a Senhora Secretária de Estado do Turismo em representação do Senhor Ministro da Economia, Ana Mendes Godinho deu início oficial aos trabalhos realçando a importância dos atuais e novos meios de mobilidade, da crescente utilização do Digital, realçando a recente alteração legislativa ao quadro legal do rent-a-car e do carsharing, a qual contempla uma ambição das empresas representadas pela ARAC - A desmaterialização dos contratos de aluguer - bem como a importância do setor representado pela ARAC e a dinâmica desta Associação. 

Por fim usou da palavra o Senhor Presidente da CTP - Confederação do Turismo de Portugal, Francisco Calheiros, o qual enalteceu a importância do Turismo na Economia Nacional, realçando a importância do rent-a-car e dos novos meios de mobilidade, abordando temas de grande importância para o Turismo com destaque para a necessidade do novo aeroporto de Lisboa. 

Com enfoque no presente e no futuro da mobilidade, e na sua estreita ligação com a atividade turística, a qual assume primordial importância para a economia nacional, a Convenção integrou cinco painéis especializados que debateram a mobilidade do presente e do futuro (I Painel – um futuro sem volante que teve como oradores João Pavão Martins - Coordenador Científico da Área Científica de Inteligência Artificial do Instituto Superior Técnico e Licínio Almeida – Diretor Geral da VW), bem como os sistemas de energia utilizados nos veículos automóveis (II painel – afinal o diesel não morreu, o qual contou com a participação de Stefen Bareiss da Section head of advance engineering for exaust-gas treatment in diesel cars da Robert Bosch GmbH e Elisa Falliti – Policy Adviser for Automotive Affairs da LEASEUROPE). 

Os grandes desafios da economia digital para as empresas e a capitalização das suas potencialidades foram temáticas debatidas no III Painel, o qual contou com a presença de Ricardo Tomé –Diretor-Coordenador da Media Capital Digital, Francisco Cal –Partner da Deloitte e Carlos Lourenço –Corporate IoT Business Unit Director da NOS SGPS.
2018 foi mais um ano de recordes para o Turismo nacional ao nível das receitas e do número de visitantes, ficando ainda marcado ainda pelos inúmeros galardões internacionais atribuídos a Portugal, com especial destaque para o prémio World's Leading Destinationnos prestigiados World Travel Awards. A atividade turística foi assim o ponto central do IV Painel – Como vai ser o compostopor Francisco Vieira Pita – Administrador da ANA – Aeroportos de Portugal, Bernardo Trindade –Ex-Secretário de Estado do Turismo, Pedro Costa Ferreira – Presidenteda APAVT e Pedro Machado – Presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro, os quais debateram “Como vai ser o Turismo daqui a 5 anos?”.

O V e último Painel da Convenção, subordinado ao tema “Portugal: De 17 milhões para 30 milhões de visitantes”, dlscutiu os novos produtos turísticos e novas formas de cativar aqueles que, em cada vez maior número, escolhem Portugal como o seu destino de férias. Este Painel contou com os oradores Álvaro Covões – Managing Director da Everything is New, Marta Cabral – Presidente da Rota Vicentina – Associação para a Promoção do Turismo de Natureza na Costa Alentejana e Vicentina, Duarte Guedes – Administrador da HR (Hertz), Carlos de Melo Ribeiro – Empresário nas áreas do Turismo e Agricultura e Francisco Spínola – Diretor Geral para a Europa, África e Médio Oriente da Liga Mundial de Surf (WSL). Todos os painéis tiveram a moderação do conhecido jornalista e comentador Camilo Lourenço. 

No início da sessão de encerramento da III Convenção Nacional da ARAC, Joaquim Robalo de Almeida, Secretário-Geral da ARAC agradeceu às entidades públicas e privadas presentes, aos patrocinadores e destacou em jeito de balanço da Convenção que as principais ideias a reter prendem-se com importância da estratégia da Mobilidade, o Turismo no momento atual e no futuro e como as empresas são hojeconfrontadas com ambientes altamente concorrenciais e variáveis, os quais exigem uma dinâmica de ajustamento empresarial cada vez maior.

O encerramento oficial da III Convenção Nacional da ARAC foi efetuado pelo Senhor Secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa, Luís Goes Pinheiro, o qual enalteceu a dinâmica da ARAC, a relação entre as duas entidades, a qual sempre tem pugnado pela simplificação administrativa de processos, encontrando-se em curso novas medidas de simplificação para as atividades representadas pela ARAC. A simplificação de procedimentos inseridos nas medidas SIMPLEX têm trazido um aumento de eficiência e produtividade nas empresas representadas pela ARAC e pelas empresas em geral, bem como para os cidadãos em geral. 

CONVENÇÕES  ANTERIORES

II Convenção Nacional 2018

Realizou-se no dia 9 de fevereiro de 2018, a II Convenção Nacional da ARAC sob o lema “A Energia da Nova Mobilidade”.

O evento teve lugar no Hotel Pestana Palace, em Lisboa e contou com a presença de 330 participantes, entre empresas associadas, Membros do Governo, Entidades Públicas e Entidades Privadas.

A Convenção Nacional da ARAC 2018 teve como objetivo lançar uma reflexão às empresas e entidades ligadas à atividade representada pela ARAC sobre a importância da estratégia da Mobilidade, a mobilidade elétrica, o turismo no momento atual e no futuro, a condução inteligente e os veículos autónomos, bem como os enquadramentos económicos e jurídicos destas novas atividades, num mercado em que atendendo à importância da mobilidade na composição de qualquer produto turístico teve nesta Convenção o seu enfoque principal nas novas tecnologias e no Turismo.

I Convenção Nacional 2017

Realizou-se no dia 20 de janeiro de 2017 no Hotel da Penha Longa – Sintra a I Convenção Nacional da ARAC sob o lema “Rent-a-Car – Atividade Económica Global”, a qual contou com a presença de 260 participantes entre empresas associadas, Membros do Governo, Entidades Públicas e Entidades Privadas.

O evento teve como objetivo lançar uma reflexão às empresas e demais participantes sobre a importância das novas tecnologias do Digital, os veículos conectáveis e os novos meios de mobilidade, o futuro do Turismo do qual o rent-a-car é parte integrante e as novas diretivas comunitárias de transparência na relação com os consumidores aplicáveis ao rent-a-car num mercado em que atendendo à importância da mobilidade na composição de qualquer produto turístico é fundamental, tendo Paulo Moura (Presidente do Conselho Diretor da ARAC) abordado a importância dos temas a discutir nesta I Convenção Nacional da ARAC.

Cite-se a este respeito a OMT – Organização Mundial de Turismo, na sua Conferência de 1991 realizada em Otava, ao preconizar o conceito de turismo como – “um fenómeno social, cultural e económico relacionado com o movimento das pessoas a lugares que se encontram fora do seu lugar de residência habitual por motivos pessoais ou profissionais…” e ainda Thomas Cook, conhecido como o pai do turismo moderno e predecessor do pacote turístico que terá afirmado que o desenvolvimento da atividade turística está intimamente ligado à evolução dos transportes.

A Senhora Secretária de Estado do Turismo – Ana Mendes Godinho procedeu à abertura oficial da Convenção, sublinhou de forma reiterada a importância do rent-a-car no Turismo e chamou a atenção deste setor para promover a mobilidade dentro do território e reforçar a acessibilidade do nosso país enquanto destino turístico.

COFINANCIADO POR:
GOLD SPONSORS:
SILVER SPONSORS:
BRONZE SPONSORS:
APOIOS: